Homepage
Chat Papo Católico
Hospedagem de Sites
Sistema de Notícias
Loja Virtual
Rádios Católicas
Evangelhos Animados
Mural de Recados
Vela Virtual
Links e Parceiros
Cadastre-se
Fale Conosco
 
Receba novidades do catolicos em seu e-mail:
 
Notícias da Igreja Católica

CNBB oferece educação e apoio psicológico à menina vítima de estupro no ES

Data: 26/08/2020

Brasília, DF, 26 agosto (CNBB e Vaticanews) - “A Igreja se coloca à disposição da criança e de sua família, com a mediação e orientação da Promotoria da Infância e da Juventude, “para, graciosamente, oferecer educação integral a essa menina, garantindo-lhe preservação da identidade, acompanhamento psicopedagógico especializado, no horizonte do humanismo cristão”, diz o documento assinado pelo presidente da CNBB e enviado à Promotoria da Infância de São Mateus (ES).

O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, enviou um ofício à Promotoria da Infância de São Mateus (ES) colocando a Igreja Católica no Brasil à disposição da menina de 10 anos que teve a gravidez de cinco meses interrompida, dia 17 de agosto, com autorização judicial. A gravidez foi fruto de estupro do tio da criança, segundo a Polícia Civil do Espirito Santo.

“A Igreja se coloca à disposição da criança e de sua família, com a mediação e orientação da Promotoria da Infância e da Juventude”, diz o documento datado de 19 de agosto. No ofício, o presidente da CNBB assegura à criança acesso à rede de ensino da Igreja Católica no Brasil “para, graciosamente, oferecer educação integral a essa menina, garantindo-lhe preservação da identidade, acompanhamento psicopedagógico especializado, no horizonte do humanismo cristão”.

No ofício, além de condenar o crime contra a infância, que “expõe misérias humanas e existenciais, interpela-nos a agir para minimizar a dor dessa criança, covardemente submetida ao mal”, o presidente da CNBB afirma que a Igreja se prontifica a empenhar-se para a criança supere as consequências da violência sofrida e tenha todas as condições necessárias para construir um futuro digno. “Também estamos sensíveis à situação da família, abertos ao diálogo com a Promotoria, para auxiliar no que for necessário”, escreveu.

Na terça-feira, a CNBB encaminhou ao bispo da diocese de São Mateus (ES), dom Paulo Bosi Dal’Bó, o ofício com a proposta de educação e acompanhamento psicológico para a garota, a ser entregue ao Ministério Público do Espírito Santo. No mesmo dia, o documento foi protocolado na Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude da Comarca de São Mateus (ES).

A oferta da CNBB vale para qualquer estado brasileiro, pois há vários colégios católicos ligados à entidade espalhados pelo país, caso a família da garota decida pela mudança do Espírito Santo. Em qualquer localidade, todos os benefícios serão oferecidos de forma integral e gratuita, assegurou o presidente da CNBB.

Homepage
 
CATÓLICOS.COM.BR
falecom@catolicos.com.br
formulário de contato
visitantes online agora: 154