Homepage
Chat Papo Católico
Hospedagem de Sites
Sistema de Notícias
Loja Virtual
Rádios Católicas
Evangelhos Animados
Mural de Recados
Vela Virtual
Links e Parceiros
Cadastre-se
Fale Conosco
 
Receba novidades do catolicos em seu e-mail:
 
Notícias da Igreja Católica

João 1, 29-34 - 2º Domingo do Tempo Comum

Data: 14/01/2020

O episódio do evangelho do 2º domingo do Tempo Comum nos insere no contexto após João Batista ter afirmado não ser ele o Messias. O evangelista não o chama “precursor”, mas “testemunha”, e, de fato, o Evangelho de João se abre com o testemunho que ele dará ao Filho até o fim: “Ele deve crescer e eu diminuir”. Testemunhar significa destacar o outro dentro da nossa maneira de pensar, de viver, de agir. Dentro de si faz aparecer Aquele do qual é testemunha, o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo. Esta é a chave de leitura de todo o Evangelho de João. Não afirma só “cordeiro”, visto que esta expressão lembraria simplesmente aqueles versículos do Levítico que o inserem entre os animais para a expiação (Lv 9, 1-4), mas o relaciona com Deus, o relaciona com a noite do Êxodo do Egito, o relaciona com um evento sobre o qual nenhum hebreu podia duvidar que foi obra de Deus. Portanto, a primeira palavra do Batista é explícita: este homem é o Cordeiro do Êxodo, não o cordeiro da expiação, mas aquele do sacrifício do seu sangue, que nos libertará da morte; porque como aquele sangue sobre a porta protegeu Israel quando passu a morte e ela não entrou, agora aquele Cordeiro tirará o pecado do mundo.

O mundo em João é também aquela mentalidade fechada, autossuficiente, que rejeita a vida e a luz, que continuamente propõe a própria vida como fosse a luz. Trata-se de uma mentalidade que, naquele momento, cria contínua oposição a Deus, querendo propor outra vida e outra luz. Jesus é o Cordeiro enviado pelo Pai para mudar esta ordem de coisas, em que o homem procura continuamente criar um seu estilo de vida. O pecado de que fala João é aquela condição que leva o homem a pecar. A palavra grega que é utilizada para “tirar”, significa pegar e levar para o alto, no sentido de “fazer desaparecer”. É a palavra que João utiliza outras vezes, quando entra no templo para expulsar os mercadores (Jo 2, 13-22), quando afirma que ninguém tira a vida (Jo 10,18) e, sobretudo, é a palavra utilizada na Bíblia dos Setenta em Isaías 53,7 para o Servo de YWHW, aquele que é arrancado do meio do povo com a opressão e a injusta sentença, que se encontra na primeira leitura de hoje. No aramaico a palavra utilizada para o Servo lembra aquela utilizada para o Cordeiro. O Cordeiro é o Servo, tira o pecado do mundo porque o levanta, o absorve, o assume sobre si, é tratado como uma ovelha que está sendo tosquiada, como o Cordeiro levado ao matadouro, etc.

Ele tira o pecado do mundo, tornando-se Ele o pecado (2Cor 5,21). E o mundo O arranca do meio, Ele que carregou sobre si o nosso pecado. E nos transmite a vida nova. Ele tira o pecado porque nos mergulha, nos inunda com seu Espírito. Ele batiza com o Espírito, nos entrega o Espírito da vida, o Espírito que é a vida e a luz e nos torna filhos de Deus. É o Espírito Santo que nos torna filhos, é o Espírito que nos mostra a nossa real e verdadeira dignidade: somos já filhos, filhos de Deus!

O mundo busca sempre salvar a si mesmo através de suas ações. Deus só salva através do amor. Não existe salvação fora do amor. E Ele tira o pecado do mundo não descarregando-o no fundo do mar ou no buraco mais fundo no meio da terra, não realizando um rito de expiação, mas assumindo-o, aceitando-o sobre si mesmo. Porque o Amor não encontra outro par igual a si a não ser um amor igual. O Pai pode salvar o mundo só através de uma relação verdadeira entre Deus e o homem, em Jesus Cristo. Não utilizando outros meios, mas só o amor, isto é, só a relação. Só a filiação, porque Deus é Pai. E Deus não pode fazer outra coisa a não ser amar, porque é Pai. Só Lhe resta o Filho e o seu sopro, a sua vida, que é o Espírito.

Homepage
 
CATÓLICOS.COM.BR
falecom@catolicos.com.br
formulário de contato
visitantes online agora: 147