Homepage
Chat Papo Católico
Hospedagem de Sites
Sistema de Notícias
Loja Virtual
Rádios Católicas
Evangelhos Animados
Mural de Recados
Vela Virtual
Links e Parceiros
Cadastre-se
Fale Conosco
 
Receba novidades do catolicos em seu e-mail:
 
Notícias da Igreja Católica

Terra Santa: concluída em Belém reunião do Comitê para Religiosos

Data: 06/12/2018

Jerusalém, Israel, 06 dez (L’Osservatore Romano) - Presentes representantes jesuítas, salesianos, dominicanos, assuncionistas, franciscanos, sacerdotes do Instituto do Verbo Encarnado e da Congregação do Sagrado Coração, informa o site do Patriarcado Latino de Jerusalém.

“Antes de querer converter o outro, mudemos nós mesmos. Jesus não nos deu um decálogo, mas um só mandamento: ‘Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei’.” Com essas palavras, o patriarca emérito latino de Jerusalém, Dom Michel Sabbah, concluiu estes dias em Belém a reunião do Comitê para os Religiosos da Terra Santa.

Assembleia dos ordinários católicos

Articulação da assembleia dos ordinários católicos, o Comitê para os Religiosos se reúne periodicamente, duas ou três vezes por ano, a fim de encontrar os representantes de todas as realidades religiosas presentes no território e promover o conhecimento recíproco.

Estiveram presentes, como refere o site do Patriarcado Latino de Jerusalém, representantes jesuítas, salesianos, dominicanos, assuncionistas, franciscanos, sacerdotes do Instituto do Verbo Encarnado e da Congregação do Sagrado Coração.

O comitê-diretor da assembleia designa para cada encontro dois expoentes de uma realidade, a fim de que se apresentem aos participantes, informando-os sobre o carisma e as características da própria congregação. Para esta ocasião foram designados o Instituto do Verbo Encarnado e os Padres do Sagrado Coração.

Instituto do Verbo Encarnado

No primeiro caso, a apresentação foi acompanhada pela projeção de alguns slides que contaram a história e os números da congregação fundada na primeira metade dos anos 80 em Mendonza, na Argentina, desde 1993 presente na Terra Santa, em particular, em Gaza (território palestino).

Apesar de tratar-se de uma realidade muito jovem, a congregação está crescendo de modo significativo. Conta hoje 1250 religiosos espalhados pelo mundo, 850 professos, 130 seminaristas, 57 postulantes e 73 noviços. Dividido num ramo apostólico e outro contemplativo, o instituto está presente em mais de noventa dioceses de 81 países, muitas das quais no próprio Oriente Médio.

Os Padres do Sagrado Coração

Por sua vez, é menos recente a origem dos Padres do Sagrado Coração, cuja fundação, ocorrida em 1835 em Bétharram, na França, se deve à obra de Michele Garicoïts, canonizado em 6 de julho de 1947.

O carisma da congregação vai do ensino nos colégios e seminários à pregação de missões e retiros, ao cuidado pastoral das paróquias e ao apostolado nos países não-cristãos. Em comum acordo com o Patriarcado Latino de Jerusalém, os sacerdotes colaboram atualmente com a paróquia de Belém e com o seminário de Beit Jala.

Carta pastoral dos patriarcas católicos do Oriente

Em seguida, Dom Sabbah ilustrou os conteúdos da última carta pastoral dos patriarcas católicos do Oriente, convidando a apoiar a presença cristã na Terra Santa e renovando o convite à colaboração e ao diálogo com as comunidades islâmicas.

Em particular, o patriarca emérito ressaltou que o documento convida Igrejas e cristãos à renovação por um comprometimento na vida civil e a contrastar a emigração, fenômeno no qual muitos são obrigados a fugir de perseguições, mas que muitas vezes envolve também um número consistente de migrantes “voluntários”. Quando os cristãos emigram o número absoluto deles na região diminui drasticamente.

Liberdade

Quanto à questão da liberdade religiosa, Dom Sabbah sugere a necessidade de realizar o conceito de cidadania. Trata-se, porém, de um processo que poderá ser alcançado somente através de uma concertada obra de educação. Cristãos e muçulmanos devem, portanto, propor novas visões, baseadas no amor recíproco, foi dito.

Daí, também, um apelo ao Ocidente a não impor uma recomposição do Oriente Médio baseada nos próprios interesses, mas que deixem os povos livres para escolher seu destino e determinar o que é melhor para si.

Homepage
 
CATÓLICOS.COM.BR
falecom@catolicos.com.br
formulário de contato
visitantes online agora: 13