Homepage
Chat Papo Católico
Hospedagem de Sites
Sistema de Notícias
Loja Virtual
Rádios Católicas
Evangelhos Animados
Mural de Recados
Vela Virtual
Links e Parceiros
Cadastre-se
Fale Conosco
 
Receba novidades do catolicos em seu e-mail:
 
Notícias da Igreja Católica

Madre Nazária será canonizada em 14 de outubro, em Roma

Data: 11/10/2018

Buenos Aires, Argentina, 11 out (SIR) - No domingo 14 de outubro será canonizada Nazária Ignácia de Santa Teresa de Jesus, mais conhecida com Madre Nazária, fundadora das Missionárias Cruzadas da Igreja.

Madre Nazária nasceu na Espanha em 10 de janeiro de 1889 e morreu em Buenos Aires em 6 de julho de 1943.

Foi beatificada por São João Paulo II em 27 de setembro de 1992 na Praça São Pedro.

A nova Santa

Nazaria Ignacia March Mesa nasceu em uma família numerosa

No mesmo dia de seu nascimento recebeu o batismo de emergência junto com sua irmã Melliza. O batismo solene ocorreu em 11 de abril do mesmo ano, na paróquia de São José, da Rua de Alcalá, em Madri.

Sua primeira comunhão foi em 21 de novembro de 1898, quando a menina prometeu guardar sua virgindade, consagrando-a a Deus perpetuamente.

Com sua família, mudou-se para o México, ainda muito jovem passando por dificuldades econômicas.

No navio que a trazia para o continente americano conheceu as Irmãs dos Anciãos Desamparados e, chegando ao México ingressou como postulante nesta comunidade. Era o dia 7 de dezembro de 1908.

Alguns anos depois, em 1912, antes de emitir seus votos perpétuos, foi destinada para a cidade de Oruro, na Bolívia para realizar uma fundação.

Na Bolívia exerceu grande parte de seu trabalho de apostolado. Ela chegou até a receber a cidadania boliviana. Por esta razão é considerada a primeira Santa boliviana.

Em 1920 acontece um grande acontecimento espiritual em sua vida:

Na véspera de Pentecostes, encontrando-se no mosteiro das Nazarenas, a irmã Nazária sentiu uma voz interior que lhe disse: "Serás fundadora e esta casa será teu primeiro convento".

Essa experiência repetiu-se em outubro daquele mesmo ano quando, então, cresceu em seu interior o desejo de salvar almas: "Pela primeira vez senti em minha alma desejos imensos de recrutar almas sob a bandeira de Cristo", recorda ela.

Em 1925 Nazária Ignácia comunica a monsenhor Abel Isidoro Antezana o que sentia desde 1920.

Depois de uma prova pedida pelo Senhor, em 16 de junho, a irmã sai da comunidade das Irmãs dos Anciãos Desamparados e, com 10 filhas na fé, começa os primeiros passos de uma nova congregação: As Missionárias Cruzadas da Igreja.

Em 1930, antes da aprovação definitiva da comunidade, a Madre Nazária, a pedido do núncio apostólico na Argentina, Dom Felipe Cortesí, funda em Buenos Aires a primeira casa da comunidade fora da Bo9lívia.

No dia 6 de julho de 1943 falece em Buenos Aires Madre Nazária, sem ver a aprovação definitiva de sua congregação, que só ocorreu 9 de junho de 1947, sendo aprovada, então, como instituto religioso-apostólico de direito pontifício, pelo Papa Pío XII.

Em 27 de setembro de 1992 foi beatificada por São João Paulo II.

Homepage
 
CATÓLICOS.COM.BR
falecom@catolicos.com.br
formulário de contato
visitantes online agora: 13